conteúdo da página

Quanto Custa Viajar de MotorHome

 

Cada vez mais pessoas estão interessadas em saber o quanto realmente custa uma viagem de motorhome. Muitas pessoas que estão partindo para este tipo de vida sem o planejamento adequado, acabam se assustando.

Exatamente por isso, atendendo a solicitações de nossos seguidores resolvemos escrever uma série de matérias a respeito deste tema.

Nossa experiência com o MotorHome é de pouco mais de três anos. Em dezembro de 2015 compramos um carro para transformar em um MotorCasa.

   

Nosso Tortuga hoje

 

 

 

 

Que fique registrado. Tudo o que está sendo colocado neste post é baseado em nossa experiência como caravanista neste período

 

Decidimos que era hora de realizar o sonho. Bem mais tarde, durante as viagens, viemos a descobrir que nossos principais motivos eram os mesmos de tantos outros viajantes que cruzamos pelo caminho. O stress da vida moderna, pode causar muita depressão, a necessidade de parar e sair em  busca de algo diferente é o remédio mais adequado. Considero ser uma fuga de uma vida atribulada.

 

Desbravar os quatro cantos, acaba sendo o lema, um grito de liberdade, sumir no mundo sem prazos a cumprir, finalmente  …  liberdade.

Para nós, naquela época, parecia o mais lógico. Encontra-se cada vez mais na internet, histórias de pessoas que abandonam tudo para viver viajando pelo mundo afora. E a renda? Simples, vem de exposição nas redes sociais. (só que não é bem assim)

 

Entretanto, quase não se encontram histórias de pessoas que se “frustraram”. Porque será?

Acredito que estas histórias simplesmente não são publicadas, o melhor é esquecer o fracasso o mais rápido possível.

Ficar compartilhando fracasso é um péssimo curriculum.

 

Talvez por isso, tantas pessoas continuam partindo sem um planejamento adequado. Sem considerar que existem muitas variantes na modalidade viver em um MotorHome, é exatamente ai que começa a dificuldade em responder a esta pergunta.

 

Nosso sonho, já falei algumas vezes, era de singrar os mares com um veleiro, mais precisamente um catamarã, por diversos motivos não foi possível.

 

Após essa desventura, a vontade de sair loucamente passou para a bicicleta, parecia bem mais simples e barato de realizar, principalmente depois de algumas experiências muito prazerosas que tivemos, o mais importante, sair de uma situação desconfortável.

 

 

Pense um pouco:

 

ter experiências pontuais é bem diferente de abandonar tudo e partir para a realidade.

 

Viver na estrada pode ser muito romântico à primeira vista, o que não se sabe é que requer se reinventar você precisa se adaptar a mudanças no seu estilo de vida.

Pode ser que você conseguiu construir um pé de meia bom o bastante para bancar sua aventura por algum tempo, ou você conseguiu um bom paitrocinador (não escrevi errado não, poucos tem um patrocinador que não seja o pai), ou então você terá de se ralar vendendo brigadeiro na praia (viver de “internet” pode ser mais difícil do que vender brigadeiro na praia).

 

Os custos de se viver em uma casa móvel ou de se viver em uma casa fixa não são muito diferentes, você terá que comer e se vestir, cuidar da higiene pessoal e da faxina da casa, seja móvel ou fixa.

 

O que muda são os custos de energia elétrica, provavelmente será substituído pelo combustível.

Quanto a manutenção. A casa móvel, exatamente por ser móvel está sujeita a problemas diferentes de uma casa fixa, porem todos dois tem custos de manutenção.

 

Agora vamos ao ponto.

O que deixa uma viagem muito cara é a velocidade.

Normalmente em uma viagem de férias, onde se tem pouco tempo, quer se abraçar o máximo de possibilidades possíveis.

Começa uma sequencia de perguntas antes de conseguir ter pelo menos uma resposta adequada

1-) Em quanto tempo você quer “conhecer o mundo”
2-) Quantas atrações e parques quer visitar? Muitos deles requerem compra de ingressos.

Observações a serem feitas.

Com seu carro, você poderá ficar algumas vezes em um ponto de apoio, mas é o tal negócio,.

Visita é ótimo só que tem prazo de validade.

É como flores em um vaso, no primeiro dia é perfumado e bonito, no segundo dia não cheira e não fede mas no terceiro, cai fora pois vai começar a feder e muito. Não se pode ficar indefinidamente estacionado em uma praça qualquer, o fim específico da praça é outro.

(PS. sei que a imagem não condiz com o exemplo, mas é que gostei destas flores, elas tem que aparecer né rsrs)

 

 

Depois de dito tudo isso, tem algo muito importante e que nem se imagina.

 

Existe ainda um outro custo e poucos param para pensar nele.

 

O custo emocional

 

O espaço que um MotorHome oferece é bem reduzido se comparado a uma casa convencional, a convivência com outros dentro de um MotorHome são bem mais intensas. Você literalmente divide tudo o tempo todo, até mesmo o ar que se respira.

Para melhorar, a solução seria um motorhome grande, mas neste caso terá restrição para se deslocar, principalmente em cidades pequenas sem mencionar a dificuldade de encontrar um bom lugar para estacionar.

Resumindo, quanto menos pessoas tiver para compartilhar o espaço pequeno, melhor

 

Voltando aos custos financeiros

Novamente a pergunta, quanto custa viajar de motorhome, e a resposta fatalmente requer outras perguntas para que possa ser respondida adequadamente.

 

Qual é a intenção que se tem com seu MotorHome?

Qual é a pressa que se tem para chegar em um determinado lugar?

Quantas atrações pretende ver e visitar neste mesmo período?

Você vai se mudar em definitivo para o MotorHome, ou vai manter uma casa fixa?

 

Simplificando…

Seu orçamento atual já deve conseguir cobrir os custos de se “viver” em um motorhome, o deslocamento deste vai depender de quanto deste orçamento tem sobrando para o combustível.

 

Também poderia dizer: Se tiver de 3 a 4 mil reais por mês vai conseguir viver uma vida simples e até viajar, ainda terá que ser lento e vai ter de abrir mão de visitar alguns lugares mais caros. Já falei, mas é bom frisar, não se pode ficar estacionado em qualquer lugar indefinidamente a não ser que tenha um acordo com o verdadeiro dono do terreno que estiver ocupando. Dificilmente você escapa de parar em camping uma vez ou outra.

Quanto a manutenção, os caminhos nem sempre são asfaltados e o carro tem desgaste, precisa de seguro, calcule pelo que você já conhece de carro, quanto pior o terreno por onde se está passando mais manutenção terá.

 

Com a explosão de caravanistas que estamos vivendo, fica-se confuso quanto a formas de conseguir viver viajando.

 

A grande maioria são de jovens que partem para a estrada da forma mais simples possível e adquirem uma Kombi. Depois iniciam um canal no YouTube e começam a postar vídeos das viagens para conseguir seguidores e assim ter renda.

 

Esta é outra ilusão muito grande, o YouTube não paga ninguém para postar vídeos, a pessoa que inicia um canal pensando que vai ter renda suficiente para viver está se iludindo, existem regras que precisam ser alcançadas e cumpridas para que então você tenha a possibilidade de ser monetizada pelo canal do YouTube, mas o desdobramento do assunto fica para outro post.

 

Se chegou até aqui, agradeço imensamente, comentários são bem vindos, duvidas angustias e traumas serão respondidos.

Se achar que o post é relevante, agradeço que você o compartilhe com amigos e conhecidos.

Até o próximo post, ele virá com certeza, este assunto tem muitos desdobramentos.

 

temos muitos vídeos em nosso canal, adoramos os “videocaronistas”

9 comentários em “Quanto Custa Viajar de MotorHome

  • 18 de julho de 2019 em 7:39 PM
    Permalink

    Comparado a um pacote qualquer de viagem, o custo de se viajar de MotorHome pode ser bem inferior com a vantagem de que você aproveita muito mais em uma viagem de carro, alem de que é mais fácil levar os animais de estimação.

    Resposta
  • 24 de julho de 2019 em 3:09 PM
    Permalink

    Eu me sinto muito identificado com voces !
    Ja moramos em motorhome por dois anos com filho de 3 aninhos sem renda fixa ,trabalhamos como artesãos e conseguimos sobreviver .hoje depois de 20 anos daquela experiência começamos a sonhar novamente e pasmem ,nosso plano “A” era catamaran igual que voces mais agora estamos indo pra o plano “B” o motorhome ,nosso sonho seria um 4×4 mais esta dificil acho que vai ser algo parecido ao belo motorhome de voces .
    Depois daquela experiência eu sinceramente perdi o medo de me preocupar como sobreviver porque conheço muitas tecnicas de artesanato sou eletricista sou saxofonista e nao tenho medo se trabalhar de qualquer coisa , minha esposa cozinha muito bem e é uma excelentíssima artesã, agora sem filho ,porque ele ja esta independente,estamos aguardando vender um terreno pra poder comprar nosso novo motorhome pra começar a viajar e descubrir novos horizontes .
    Parabens amigos !!

    Resposta
    • 24 de julho de 2019 em 6:28 PM
      Permalink

      É muito gostoso saber que não estamos sozinhos, ser um artesão na estrada é uma alternativa muito interessante para conseguir renda extra, conhecemos um casal que já vive a 7 anos em um MotorHome e muito da renda vem de artesanato.
      O sonho de 90% dos Expedicionários é um 4×4 acredite, quando começamos a entender que 90% dos lugares onde pretendíamos viajar não exigia um 4×4 abrimos mão e hoje somos muito felizes, o sonho persiste é claro, mas prefiro realizar o sonho e viver hoje rsrs..
      Sucesso, estão com tudo na mão, a faca e o queijo, com direito a requinte, aproveitem.

      Resposta
    • 4 de agosto de 2019 em 12:48 AM
      Permalink

      Otimos comentários destas experiência na estrada,estou somando tantas e tantos momentos de vcs caravanistas.Ja tenho um MCasa e ebreve estarei degustando algumas experiências que já passaram. Ñ tenho pressa,estou preparando e fazendo e são tantos detalhes e sei q sempre estará faltando um.Estarei lendo,vendo e copiando momentos .PARABÉNS.

      Resposta
      • 4 de agosto de 2019 em 1:24 AM
        Permalink

        uma casa está eternamente em manutenção. rsrs.. no Mcasa isso não.

        Resposta
  • 24 de julho de 2019 em 3:58 PM
    Permalink

    Muito bom esse material, obrigado por compartilhar essas percepções!

    Resposta
    • 24 de julho de 2019 em 6:23 PM
      Permalink

      obrigado amigo, se tiver alguma dúvida ou sugestão pode nos mandar

      Resposta
  • 30 de julho de 2019 em 4:06 PM
    Permalink

    Muito bom e esclarecedor para nós. Desde de 2014 me preparo para sair conhecendo o mundo de carro a partir de 2020, que é quando eu me aposento. Meu projeto contempla a aquisição do veículo (já realizada, uma kombiHome), dinheiro específico para gasto de gasolina, que me permitirá rodar cerca de 1800 KM por mês se assim for necessário durante 5 anos(Já realizada), e ainda um reserva aplicada para gastos maiores e não previstos(quebra do veículo, passagens aéreas se for necessário etc…). Para o gasto mensal na estrada vou utilizar cera de 70 % da minha aposentaria, poupando o que sobra para ver como será o futuro depois dos 5 anos. Será eu e minha esposa, queremos conhecer o máximo possível, sem nenhuma pressa. Há muito venho acompanhado os viajantes pelo Youtube e desde que descobrir vcs, não perco um vídeo. Abraços e sucesso na jornada de vocês. WellMota e Rosa. Brasília/DF

    Resposta
    • 30 de julho de 2019 em 6:12 PM
      Permalink

      Muito bom e senssato, parabéns.
      Desejo muito sucesso na sua empreitada e que nossos caminhos se cruzem

      Resposta

Deixe uma resposta