conteúdo da página

Diário de Bordo #4

13 de novembro de 2020 – sexta feira – 23 dias passados 7 velejados

E finalmente a espera acabou.

relatorio do casal – Tanque de combustível e encanamentos limpos, novos filtros instalados, Injetores chegaram, o motor parece estar funcionando bem novamente, piloto automático consertado mas pode precisar ser substituído, 2 de 3 novos tanques de água estão sem vazamentos, o terceiro tem um mau funcionamento no ajuste de descarga, encontrei o ponto onde ha fuga de propano e cortei uma secção para substituí-la, passei a verificação da fuga, alternador reconstruído e reinstalado, vazamento do dinghy (bote de apoio) remendado mas o motor de popa está preso, precisa de uma nova casa em uma lata de lixo. Uma nova âncora de 300′ 3/4 ′′ está a bordo e eu vou trabalhar no enrolamento do dedal enquanto estamos velejando.
Amanhã uma curta corrida para a doca de combustível, se tudo der certo então vamos para o sul. O destino final é Luperon República Dominicana, mas precisamos chegar antes a Beaufort NC antes de tomarmos a decisão de ir através das Bermudas ou irmos para o sul para Miami e atravessar as Bahamas do norte. Muitas variáveis, sem dizer que ainda estamos tentando evitar furacões. Pode parecer que são muitos problemas, mas o barco se mostrou que não foi utilizado nos últimos 3 anos e, embora tenha sido recebido as devidas manutenções, nunca foi atualizado, um dos seus rádios é de um tipo antigo de cristal de 4 com um conjunto de telefone. Acho que os novos donos vão adorar este barco, espaçoso, bastante rápido e bem construído. Vamos fazer atualizações enquanto continuarmos nossa rota rumo sul até Luperon na Republica Dominicana.

 

 

relatorio do casal –@ 10:30 Partiu de Ocean City, motorando na primeira hora, tudo certo por enquanto, agora vamos levantar Génova e fazer motorar enquanto velejamos. Será um bom teste para o piloto automático

 

 

Já se passaram 18 dias desde que o casal Ike e Caroline iniciaram o Delivey (no dia 29 de outubro) do nosso Wauquiez até a Republica Dominicana onde finalmente poderemos embarcar, estão trabalhando todos os dias nele.

 

Toda esta experiência está sendo muito rica para nós, enquanto eles velejam e lidam com nosso veleiro, vamos aprendendo todos os detalhes ao qual precisamos prestar atenção e como resolvê-los, criamos  conciência de que se não fosse essa nossa desventura, teríamos muita dificuldade em solucionar todos os pequenos detalhes que são necessários quando se compra um veleiro parado a algum tempo, não temos dúvidas de que teríamos resolvido, mas desta forma eles estão nos mostrando os caminhos.

Agora já deram a volta pelo Cabo Hatteras, devem chegar em Beaufort, NC às 20 horas mais ou menos. Debaixo de muito vento.

 

 

Já são pelo menos 630 milhas navegados, e em um mundo perfeito teriam feito esse trecho em 4 dias.

Bem, faz parte da aventura, resolver os problemas conforme eles aparecem.

 

15 de novembro 2020 –  domingo. 23 dias passados

relatorio do casal – Abastecer em MooreHead City, a caminho de Oriental, NC por alguns dias

 

novamente ancorados para nosso desespero, aqui ficam por alguns dias aguardando uma janela no clima para poder seguir em frente. Aproveitam o tempo ancorado para melhorar o rádio.

 

18 de novembro de 2020 – quarta feira. 26 dias passados

relatorio do casal – Mais um dia terminado, a lista de trabalhos para ceixar o barco pronta para ir para alto mar está quase concluída. Aguardando o carregamento do cilindro de direção hidráulica, enquanto esperamos vamos trabalhar nas luzes do interior e outros pequenos itens, comprar 4 galões de combustível para diesel extra.
Parece que vamos ter uma janela meteorológica no sábado, espero que isso se mantenha verdadeiro. Depois +~ 10 dias no mar para fazer a passagem até a República Dominicana.

Uma noite fria e tranquila em Oriental NC. Belo pôr do sol, alguns barcos de pesca com as luzes acesas e sem vento.

 

obrigado por sua visita até o diário de bordo #5

voltar ao diário de bordo #3

 

 

3 thoughts on “Diário de Bordo #4

  • 2 de janeiro de 2021 em 11:11 AM
    Permalink

    “encontrei o ponto onde ha fuga de propano”

    Esse relato me fez lembrar um personagem do
    Chico Anysio, o “Urubilino”: num vôo, dois passageiros conversam…

    [EXPLOSAO]
    Colega: “Mas oque foi isso? O.O”
    Urubulino: “Uma simples explosao no tanque de gasolina… calma…”

    Não encontrei o episódio acima, mas o Urubulino é esse:
    https://www.youtube.com/watch?v=ToRcM6v68zY

    “o motor de popa está preso, precisa de uma nova casa em uma lata de lixo”

    Tenho certeza que o Max daria um jeito, e eu tambem KKK
    Mas poderia tomar uma semana.

    Que bom que voces encontraram um casal experto e prestativo.
    Aos sobressaltos estão conseguindo cumprir a rota.

    []s

    Resposta
    • 4 de janeiro de 2021 em 2:34 AM
      Permalink

      hehe.. Urubulino, sim.
      quanto ao motor de popa. sim também ficamos com essa impressão, de que poderíamos ter dado um jeito, mas ele realmente foi para a lata do lixo..
      não adianta chorar o leite derramado..vc nunca sabe porque as coisas acontece. ou seja o que de bom tem por detrás de algo que aparentemente parece ruim
      conseguiram trazer o barco até onde podemos embarcar.. e agora.. esperando os 14 dias.. até podemos ir aos estados unidos rsrsrs

      Resposta
  • 2 de janeiro de 2021 em 11:31 AM
    Permalink

    Na ultima foto, já se percebia o alinhamento dos planetas.
    []s

    Resposta

Deixe uma resposta