conteúdo da página

Serras Gerais – Tocantins

Antes do Jalapão, depois do Jalapão.

Como explicar a experiência que tivemos no Tocantins, já falamos deste Estado antes, você pode conferir aqui.

Saímos prematuramente do Jalapão por uma série de fatores, um deles o custo, o Jalapão começou a ficar muito caro, saímos com a certeza de que voltar estava fora de questão, pelo menos no curto prazo.

Os motivos:
-> Só conseguir chegar nos lugares  com a ajuda de um Guia,
-> Taxa de visitação a cada atrativo.
-> Custos de manutenção do carro.
-> Distância entre os pontos de interesse.

Distâncias entre os atrativos de interesse? Sim, eu sei, todos os estados são assim, mas no Jalapão elas parecem bem mais distantes por conta das estradas, são tão ruins que o Tortuga precisou de manutenção mais de uma vez, a primeira foi logo na chegada e poucos dias depois, tivemos uma cruzeta quebrada.

O resultado do Jalapão alem da cruzeta, troca dos filtros de combustível, solda do para-choque, fixação dos amortecedores, mais de uma vez.

Só por estes detalhes já era motivo suficiente para sair mas somando-se a tudo isso o Max se machucou em uma queda com a moto. O melhor a fazer naquele momento era cair fora.

Então porque voltou? se corremos do lugar com tanta pressa.

Preciso deixar claro. Sair da forma como saímos, não nos deixou tranquilos, fica aquele vazio, aquela sensação de que foi covarde e não fez tudo o que precisava fazer.

Recuperados e reenergizados, voltamos e desta vez fomos direto ao coração do Jalapão, Mateiros, não foi nada fácil chegar a Mateiros, quase nos perdemos em uma estrada muito mal sinalizada com muitas costelas e areia solta, muita areia solta, já falei que tem muita areia solta? É fácil ficar atolado, basta um deslize.

Vista da estrada com areia solta
Acessos aos Atrativos de Mateiros no Jalapão

Chegamos a Mateiros felizes e arrependidos, mas agora que estamos aqui não da para ir embora sem ver nada, desta vez estamos no Jalapão já sabendo para onde ir e com um aplicativo de celular que funciona sem conexão com a internet para ajudar.

Fizemos os atrativos que gostaríamos de fazer, tem os vídeos no canal, vou deixar o link abaixo no post, são lindos.

Uma foto do Fervedouro do Ceiça em Mateiros no Jalapão
Vista do Fervedouro do Ceiça – Mateiros Jalapão
vista da nascente do fervedouro
água brotando no fundo do fervedouro
Mostras a Cachoeira do Formiga em Mateiros no Jalapão
Cachoeira do Formiga em Mateiros no Jalapão

Conseguimos encontrar no aplicativo o caminho para sair do Jalapão e voltar para estradas melhores. Somente após esta experiência é que começamos a curtir de verdade o que fizemos. Posso dizer que não queria ter perdido esta experiência por nada.

Você quer conhecer o Jalapão? Então procure visitar o lugar na melhor época (período chuvoso) para passar pelas estradas com um pouco mais de tranquilidade, chuva em excesso é ruim, mas a falta dela também não é nada bom.

Depois de sairmos do Jalapão, ficamos tranquilos, conhecemos o Tocantins e estamos satisfeitos, podemos riscar este estado da nossa lista de lugares a conhecer.

Agora é que começa a verdadeira surpresa quanto ao Tocantins e por isso é que falo no início da matéria.

Antes do Jalapão, depois do Jalapão.

Acredito que o Tocantins não é só o Jalapão e que o Jalapão não é o Tocantins, existe ainda toda a Serras Gerais para se conhecer.

Saindo de Dianópolis um grande amigo feito por lá nos indicou um lugar muito lindo para conhecer, estava em nosso caminho, parar para ficar por lá curtindo um dia ou dois quando se está de MotorHome e sem prazos a cumprir é tranquilo.

Fomos procurar o Rio Azuis no município de Aurora do Tocantins, o menor rio do Brasil e o terceiro menor do mundo segundo o Guinness Book, ele nasce e desagua em outro rio em apenas 147 metros. Em nossa visita ao Rio Azuis conhecemos o Paulo da DesbravaEcoTour e neste momento é que descobrimos que o Tocantins tem muito mais do que o Jalapão para se conhecer. E assim ele nos levou para ver um pouquinho desta incrível descoberta.

O saldo que ganhamos, motivos de sobra para não riscar o Tocantins de lugares a se conhecer, falta muita coisa.

Segue abaixo a playlist completa com 16 vídeos que fizemos de nossa passagem no Tocantins.

Duvidas angustias e traumas, por favor, deixe nos comentários, nos deixa muito feliz. Quer nos ajudar ou ajudar a outras pessoas?
Só compartilhar esta matéria, nos ajuda muito, e vai saber quem é que tem curiosidade para conhecer um pouco mais do Tocantins né, obrigado.

 

Deixe uma resposta