conteúdo da página

Pontos Cegos – segurança na hora de dirigir

Dirigir com um MotorHome é muito prazeroso, alem de nos levar para qualquer lugar com o conforto da nossa casa nos protegendo das intempéries, ele tem o poder de nos conectar novamente com a natureza de uma forma muito mais tranquila do que se aventurar com uma simples barraca.

Bastam um pouco de coragem e uma dose de disposição para pegar a estrada e enfrentar um roteiro de férias escolhido a dedo por você, sem hotéis, carregadores de malas, concierges e por aí vai.

Claro, não terá ninguém para arrumar a cama por você, em compensação estará muito próximo da paisagem escolhida.

Não podemos esquecer no entanto que MotorHomes costumam ser carros grandes e que para se chegar ao destino escolhido teremos que enfrentar o caminho que nos conecta a todos esses lugares paradisíacos e muitas vezes não escapamos de um transito intenso. Nesta hora vale lembrar que existem pontos cegos que precisam ser considerados para nos garantir tranquilidade do começo ao fim.

Os pontos cegos são áreas que escapam da visibilidade do motorista, pois os espelhos não conseguem captar determinadas áreas ao redor do veículo. Esta situação pode causar acidentes graves, em especial durante ultrapassagens e conversões, uma vez que o motorista tem dificuldades para perceber se há outro veículo ou pedestre nesse ponto.

Entender quais são os pontos cegos não somente do seu veículo mas também o de qualquer outro é muito importante, vale fazer uma busca cuidadosa para descobrir quais são os que o seu veículo tem e assim se prevenir de constrangimentos totalmente desnecessários em sua próxima viagem.

Em alguns casos, espelhos extras, sensores de distância traseira e até câmeras externas podem auxiliar numa melhor visão de todo o contexto externo, especialmente em manobras com a marcha à ré, durante as quais podem ocorrer acidentes.

Caminhões e ônibus que são os MotorHomes da grande maioria – por serem maiores – podem atingir veículos menores pela facilidade de estes entrarem em seu ponto cego (especialmente de seu lado direito), para toda mudança de faixa ou manobra o cuidado deve ser redobrado (dos condutores de caminhões e ônibus, sinalizando ao máximo o que está prestes a fazer; dos motoristas de carros e motos, respeitando os possíveis pontos cegos calculando o tempo e espaço necessários para a manobra).

A importância do conhecimento do ponto cego não é exclusivo do motorista do MotorHome mas também de todos aqueles que estão próximos dele. Evitar se colocar em uma situação de risco é parte da solução.

Motos são mais difíceis de serem localizadas no ponto cego do carro

As motos representam um risco maior. Por serem menores, elas somem com mais facilidade dos espelhos retrovisores dos carros. Tenha cuidado e redobre a atenção para identificar motos ultrapassando seu carro.

Mas não se engane motoqueiros também sofrem com o ponto cego, assumir que ele tem mais facilidade para enxergar o que está acontecendo é um erro muito sério.

Existem dois fatores complicadores envolvendo ponto cego nas motos. O próprio capacete diminui a visão periférica do condutor, pois tem um campo de visão limitado. Além disso, é  comum que os motoristas bloqueiem a visão ao instalar retrovisores menores, diferentes dos originais.

Segue um vídeo muito recebido sem identificação de autoria, infelizmente não podemos dar os devidos créditos, mas por se tratar de segurança resolvemos incorporá-lo ao Tortuga World de forma privada, assim alcançar mais pessoas para esse importante fator. Pontos cegos de um veículo grande.

 

 

fotes de pesquisa:

Transito idealIcetran, blog tuningparts

Deixe uma resposta