conteúdo da página

painéis solares – sistema elétrico do seu motor casa

Considero o sistema elétrico e o sistema hidráulico o coração e o pulmão do MotorCasa. Neste post falaremos do sistema elétrico.

Quais são as partes do Sistema Elétrico do MotorCasa

Banca de Baterias – é o principal, e falei um pouco sobre a diferença entre bateria automotiva e estacionária no post passado, você o encontra aqui.

Mas, alem das baterias temos inversores, controladores de carga, conversores, e os painéis solares, hoje vou falar um pouco dos diferentes tipos de painéis solares que encontramos no mercado

O quão maior é a eficiência do painel fotovoltaico, mais Watts por metro quadrado o seu sistema vai gerar, e menor será o tamanho que o painel fotovoltaico terá para a mesma produção de energia.

Assumindo que 1000 Watts atinja o painel solar fotovoltaico por hora, um painel fotovoltaico (placa fotovoltaica) com eficiência de 14,5% vai produzir 145Watt / hora / m² (isso só funciona assim em laboratórios) Na vida real existem outros fatores a serem considerados, como, temperatura, direção (posicionamento) do painel em relação ao sol, e etc.)

Mas o texto está dizendo que se a eficiência do painel for maior, o tamanho do painel será menor

como assim? temos diferença de eficiência porque?

Explicando

é o silicio

Quase 80% dos painéis fotovoltaicos no mundo hoje são baseados em alguma variação de silício. Em 2018, cerca de 85% de todos os sistemas de energia solar fotovoltaica instalados em casas e empresas no mundo todo utilizaram alguma tecnologia baseada em silício (Si).

E o que diferencia os painéis é que tipo de silício que foi utilizado, ou seja qual é a pureza do silício. Quanto mais perfeitamente alinhadas estiverem as moléculas de silício, melhor a célula solar será na conversão de luz solar em energia elétrica.

Mas os processos utilizados para melhorar a pureza do silício e o tratamento dele são caros e impactam diretamente no preço do painel solar (55-60% do custo de um painel solar convencional de tecnologia de silício cristalino é o silício bruto purificado e tratado).

Então se você não tiver muito espaço para colocar um painel solar vale procurar pelo painel mais eficiente, você terá que pagar um pouco mais caro por isso mas pode valer muito a pena.

quais são os tipos de painéis solares

No mercado você vai encontrar dois tipos de placas solares, as monocristalinas e as policristalinas.

As monocristalinas –

A tecnologia monocristalina é a mais antiga e possuem a eficiência mais alta. Comercialmente falando, a eficiência dos painéis 15% e 22%.

Os painéis solares de silício monocristalino (mono-Si) são facilmente reconhecíveis apenas olhando de perto. Possuem uma cor uniforme, indicando silício de alta pureza e cantos tipicamente arredondados

Vantagens

  • Os painéis solares monocristalinos possuem a eficiência mais alta dentre as tecnologias comercialmente viáveis atualmente. A eficiência dos painéis solares monocristalinos está hoje entre 14% e 22%.
  • Painéis solares de silício monocristalino ocupam menos espaço. Uma vez que estes painéis solares possuem uma eficiência maior eles necessitam de menos espaço para gerar a mesma quantidade de energia elétrica.
  • A vida útil dos painéis monocristalinos é maior que 30 anos e eles vem com garantia de 25 anos.
  • Tendem a funcionar melhor do que painéis solares policristalinos em condições de pouca luz

Desvantagens

  • Painéis solares monocristalinos são os mais caros. Do ponto de vista financeiro, um painel solar que é feito de silício policristalino e, em alguns casos de filme fino, pode ser uma escolha melhor para os proprietários que se importam com o custo.
  • O processo Czochralski usado para produzir silício monocristalino resulta em grandes lingotes cilíndricos. Quatro lados são cortados dos lingotes para fazer as lâminas de silício e por isso uma quantidade significativa do silício não é aproveitada naquela célula e precisa ser reciclado.

As policristalinas –

Ambos, mono e poli cristalino são feitos de silício, a principal diferença entre as tecnologias é o método utilizado na fundição dos cristais. No policristalino, os cristais de silício são fundidos em um bloco, desta forma preservando a formação de múltiplos cristais (dai o nome poli cristalino). Quando este bloco é cortado e fatiado, é possível observar esta formação múltipla de cristais.

Os primeiros painéis solares à base de silício policristalino, que também são conhecidos como polisilício (p-Si) e silício multi-cristalino (mc-Si), foram introduzidos no mercado em 1981.

Vantagens

  • A quantidade de silício residual gerado durante o processo  de corte das células fotovoltaicas é menor em comparação com monocristalino.
  • Painéis policristalinos tendem a ser um pouco mais baratos que os painéis solares monocristalinos.
  • A vida útil dos painéis policristalinos é maior que 30 anos e eles vem com garantia de 25 anos.

Desvantagens

  • A eficiência de painéis solares policristalinos é tipicamente entre 14 e 20%. Isso é devido, principalmente, a menor pureza do polisilício. Painéis solares monocristalinos são normalmente mais eficientes.
  • Menos Watts por hora por m². Você normalmente precisa de uma área maior de painéis policristalinos para gerar a mesma quantidade de Watts/m² que o painel monocristalino. Isto não necessariamente significa que o Mono é melhor que o Poli.

Mas agora temos ainda um terceiro tipo de painel solar que seria o Painel solar de filme fino que se subdivide novamente em quatro tipos. Os diferentes tipos de painéis solares de filme fino podem ser categorizados por material fotovoltaico que é depositado sobre o substrato:

  • Silício amorfo (a-Si)
  • Telureto de cádmio (CdTe)
  • Cobre, índio e gálio seleneto (CIS / CIGS)
  • Células solares fotovoltaicas orgânicas (OPV)

Depositar uma ou várias camadas finas de material fotovoltaico  sobre um substrato é a essência básica de como os painéis fotovoltaicos de filme fino são fabricados. Eles também são conhecidos como células fotovoltaicas de película fina (TFPV). Os painéis de filme fino possuem eficiências médias entre 7-13%.

Vantagens

  • A produção em massa é simples em comparação com a tecnologia cristalina. Isto os torna potencialmente mais baratos de fabricar do que as células solares de base cristalinas.
  • Sua aparência homogênea é esteticamente bonita.
  • Pode ser feito flexível, o que abre um leque de aplicações muito grande.
  • Altas temperaturas e sombreamento de árvores e outras obstruções tem menos impacto sobre o desempenho do painel solar de filme fino.

Desvantagens

  • Painéis solares de filme fino não são, em geral, utilizados na maioria das instalações de sistemas fotovoltaicos residenciais. Eles são baratos, mas eles também exigem uma grande quantidade de espaço.
  • Menos eficiência por m² significa que o seu custo com estrutura de instalação, mão-de-obra e cabeamento tende a aumentar.
  • Painéis solares de filme fino tendem a degradar mais rapidamente do que os painéis solares mono e policristalinos, e é por isso que eles geralmente vêm com uma garantia mais curta.

Então, agora é hora de decidir qual é a melhor solução para o seu caso.

 

 

Querendo dicas valiosas sobre o construção e caravanismo? http://bit.ly/2OekRNu

fonte de pesquisa: portalsolar.com.br/tipos-de-painel-solar-fotovoltaico

Deixe uma resposta