conteúdo da página

Diário de Bordo #6

27 de novembro de 2020 – sexta feira – 35 dias passados 13 velejados

relatório do casal – Ancorado enquanto esperávamos pelas peças, fizemos quase tudo que podíamos na marina, odeio gastar dinheiro em uma marina só para poder ir até a costa para comprar peças, mas hoje fizemos nossa última viagem a um loja para comprar conexões de mangueiras para a segunda bomba de esgoto elétrica. Esse trabalho está feito. Devolvemos o carro alugado, quase inútil, pois nunca encontramos uma oficina de alternadores que pudesse consertar um alternador de aterramento positivo, mas conseguimos algumas outras peças. Então agora em um ancoradouro tranquilo, boa refeição, relaxando esta noite, amanhã é outro dia.

 

03 de dezembro de 2020 – quinta feira – 41 dias passados 13 velejados

relatório do casal – Partiu da Merritt Island para Lake Worth via Fort Pierce para preparar a travessia do Gulfstream

 

Finalmente partiram, o material que estavamos aguardando chegou e após 41 dias eles conseguem partir para cruzar as últimas milhas que nos separam de nossa nova fase, nossa nova vida.

Em apenas 6 dias estão na República Dominicana e poderemos começar com nossas aventuras de fato. Isto é. se o tempo permitir é claro, existe uma passagem com correntes muito fortes que eles precisam atravessar para chegar nas Bahamas. São 20 horas até o ponto da travessia, torcendo para ter uma janela de tempo adequada, pode ter qualquer vento desde que não tenha a letra N aparecendo. Nenhum vento seja ele norte nordeste ou noroeste é desejavel para esta travessia, a frequencia e altura das ondas também é importante. Estudando as previsões no Windy.com até o momento parece que está tudo certo para a grande travessia do canal que tem correntes fortes que corre do sul para o norte.

05 de dezembro de 2020 – sabado – 43 dias passados 15 velejados

Chegou o dia em que recebemos o relatório mais aguardado por nós.. o veleiro finalmente está saindo dos Estados Unidos, atravessando o canal até as Bahamas, eles não tem intenção alguma de parar em nehum porto a não ser no ponto final em Luperon na Republica Dominicana, são 5 dias de travessia.

relatório do casal – Saiu de Lake Worth Inlet às 01:30 para a República Dominicana via Bahamas, próximo ponto de referência Freeport

sim sim sim.. estamos bem felizes e correndo, agora é arrumar as malas e aguardar uma última notícia para comprar as passagens e partir, a expectativa de 20 horas de voo para nós, queremos sincronizar nossa chegada ao ponto final.

 

 

Estavamos muito animados, bem felizes. O casal estava adorando a velejada, tudo indo muito bem até que uma chamada urgente deles e…..

 

Uma verdadeira bomba, o casal liga apavorado, o barco está fazendo água, as bombas não estão dando conta do recado, eles não sabem se vão conseguir chegar até uma marina, estão pensando seriamente se vão levar o barco para a costa e encalhar ele na praia para não afundar de vez. Tentaram ligar para várias marinas locais a procura de ajuda mas como é sabado não encontraram pessoal trabalhando.

Desligam o telefone com a promessa de nos ligar em duas horas, nós ficamos atónitos aguardando, e a hora que não passa.

06 de dezembro de 2020 – domingo – 44 dias passados 16 velejados

relatório do casal – O barco que estamos entregando está com outro problema, começou a ficar com muita água, no momento em que percebemos que a bomba do porão estava funcionando, mas não mantendo, o nível da água alto demais para identificar a origem do vazamento, colocamos duas bombas adicionais que estabilizaram a situação, nós desviamos para Freeport Bahamas e a puxamos para fora. A melhor suposição é uma vedação do eixo da hélice ou uma mangueira rompida. A grande lição aprendida para mim é ter um alarme de nível de porão para que o alerta precoce dê tempo para identificar a origem do vazamento.

 

 

até o Diário de Bordo #7

voltar ao Diário de Bordo #5

 

2 thoughts on “Diário de Bordo #6

  • 2 de janeiro de 2021 em 11:50 AM
    Permalink

    Puxaram a camisa do Zico na hora que ele ia fazer o gol
    contra a Itália em 1982! O arbitro viu e não sinalizou penalty!

    Caramba! Na última hora um susto desses, que bom que
    no #7 vimos que não foi nada muito grave.

    “De volta para o futuro”.

    []s

    Resposta
    • 9 de janeiro de 2021 em 1:46 PM
      Permalink

      hehe.. sim, faz parte né. felizmente salvaram a própria vida e o barco né.

      Resposta

Deixe uma resposta para Tortuga World Cancelar resposta