Inhotim – respeito

Estou impressionada com a visita que fizemos ao Instituto Inhotim.

Tim, o nome do filho e a referencia Inho utilizada para se referir a filho, deu origem ao nome do Institulo Inhotim, muito legal.

Somente o acervo de flores, plantas e a fauna já são motivos mais do que suficiente para uma visita ao Instituto que fica em Minas Gerais, mais precisamente a parte rural de Brumadinho, mas se for a Inhotim então, porque não viver com intensidade tudo o que Inhotim tem a oferecer, quando se vive Inhotim de verdade é que começa a verdadeira experiência que balança todo o seu corpo.

Os jardins de Inhotim são de uma beleza rara, realmente singulares e um paisagismo que explora todas as possibilidades estéticas da coleção botânica.

Mas alem de uma variedade enorme de flores e plantas, o Instituto Inhotim é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina.

Mas você precisa viver Inhotim para entender, vale muito a pena. Assim que entrei na primeira galeria feita exclusivamente para um artista apenas, é que senti o choque, mergulhei na proposta com toda a minha alma e me deliciei com as emoções conflitantes.

A segunda galeria que visitamos, agora de um segundo artista me mostrou a parte mais degradante que um ser humano pode chegar, mas de uma forma absolutamente linda e sim agora sim, meus olhos estavam ao mesmo tempo horrorizados e encantados, foi absolutamente profundo.

Conforme ia experimentando as diversas propostas que Inhotim lhe traz ia me soltando cada vez mais, você não somente visita as diversas obras mas é convidado a participar da proposta do artista, precisa a entrar, tocar, você alimenta aos olhos mas também alimenta a alma, suas bases são questionadas.

Em determinado momento recebe o convite de ouvir a voz da terra, através do som que vem das profundezas de um buraco de 200 metros.

Sim, valeu muito ter parado em Brumadinho e viver Inhotim.

Nossa experiência em vídeo

 

segue abaixo alguma fotos.

 

não deixe de visitar o site Institudo Inhotim

Deixe uma resposta