conteúdo da página

e o carro se apresentou

Era dezembro de 2015, tomei a decisão mais importante da minha vida. Mudar drasticamente o rumo dela. Abri mão da “segurança” para enfim transformar sonho em meta.

O Sonho de longa data, transformar o mundo em quintal da nossa casa. Sim, e para isso já tínhamos decidido, precisávamos de uma MotorCasa ou MotorHome.

Assim que transformamos o sonho em meta, o Max foi para a internet procurar o carro ideal. O primeiro que apareceu e parecia ser o carro perfeito para ser transformado em motor casa ficava em São Paulo era pertinho, só que tinha um problema, o proprietário nunca tinha tempo para nos receber. Bem, voltando a busca na internet encontramos um outro carro muito mais adequado para o que queríamos, mas, ficava em Caxias do Sul.

Ligamos para o proprietário e marcamos a data, ele nos garantiu que estava em perfeitas condições. Ficamos muito animados será que assim tão rápido acharíamos o nosso carro?

Fomos conversar com o Paulo para ver se ele poderia ir junto, amigo da família e mecânico de caminhões, entende tudo de motor diesel.

Ficou combinado que ele ia e voltava no mesmo dia de avião e nós voltaríamos dirigindo nosso motor home para casa, lógico.




Que decepção, uma grande enorme decepção. O Carro estava em péssimas condições. Comprar aquele carro seria comprar um monte de dor de cabeça. E nem pensar de voltar com ele dirigindo tantos quilômetros, seria loucura, loucura, loucura, O motorista do táxi que pegamos para nos levar para ver o carro se predispôs a nos apresentar outras opções, já que estavamos na casa dos agrale ultravans, mas depois de rodar pela cidade nada apareceu. Só nos restava passar o dia sentados nos bancos duros do aeroporto esperando a hora de pegar o avião para voltar para casa. Tudo bem, existia uma segunda opção, o carro de São Paulo bem mais perto de casa, não exatamente nossa escolha, mas, poderia ser nosso motorhome.

Fizemos contato com o proprietário mais uma vez e enfim encontramos uma data, novamente o Paulo nos acompanhou.

E mais uma vez, não era o que procurávamos meeesmo.. o motor muito ruim, o teto muito baixo a carroceria muito curta, não ficaria uma casa adequada para o que planejamos fazer. A volta para casa foi bem ruim, caia uma chuva pesada, acredito que era para lavar a frustração, precisamos dirigir com muito cuidado agradecidos ao fato de o Paulo estar conosco assim evitamos comprar um problema.

Era 20 de dezembro meu aniversário e nada de carro, tinha certeza que teria ele de presente, fazer o que né, ele aparece, foi o que pensei. O dia corria normal, estava planejando os afazeres para receber o pessoal no final do dia, e não é que o Max me chama para dizer que encontrou o carro ideal, e o melhor, praticamente no quintal de nossa casa, em Sumaré.

Era o meu presente me esperando. O Carro ideal, aquele que havíamos idealizado para transformar em MotorHome, um ultravan Agrale 1800 de 1991

É este ele falou.. é este.. venha ver

Amanhã mesmo vamos ver esse carro, foi o que o Max falou e eu..

_porque amanhã? Porque não hoje? Ou melhor agora mesmo?

_É seu aniversário. Sua família vem para comemorar e precisamos organizar tudo.

Eu argumentei que exatamente por isso. Por ser meu aniversário eu poderia fazer o que quisesse pois o dia era meu.

Ele correu para o telefone e pudemos ver o carro naquele mesmo dia.

E assim fomos a Sumaré, encontramos o endereço e fomos ver o carro, nos apaixonamos na hora, pudemos dar uma volta pela região, o carro estava perfeito, não tivemos mais dúvidas, fechamos a compra naquele mesmo dia.

IMG_7928

Na segunda feira resolvemos todos os detalhes burocráticos para que enfim ele seja nosso definitivamente. A partir de então foi lixar limpar lavar, esfregar e esfregar para deixar o carro brilhando, cada vez que paramos para dar uma olhada, ele fica mais e mais lindo, mais e mais adequado, é mesmo o carro perfeito, obrigado, muito obrigado por termos tanta sorte de encontrar o Tortuga.

4 comentários em “e o carro se apresentou

  • 18 de maio de 2016 em 21:38
    Permalink

    Bn amigos, com que emoção li este texto. agora vou bem resumidamente contar o meu. tenho um amigo triciclista como eu e dono de um reboque de carros, um dia fui em sua casa, no terreno ao lado estava um furgão estacionado e escrito bem grande no vidro da frente, VENDO, amor a primeira vista, já entrei na casa dele perguntando de quem era o carro!!! surpresa , era DELE!!!! entre perguntar e comprar levei 1 minuto. 1 ano depois , hoje, gosto mais dele que no dia que comprei, Deus é bom!!!
    parabéns a vcs amigos. abçs Silvia Mota feliz dona de um agrale 89 MH.

    Resposta
    • 18 de maio de 2016 em 21:58
      Permalink

      Oi Silvia Mota, que história legal, entendo plenamente seus sentimentos, te desejo sucesso e agente se encontra pelos caminhos da vida

      Resposta
  • 19 de maio de 2016 em 01:02
    Permalink

    Parabéns ficou ótimo o Agrale tem um 4×4 que gostaria de compartilhar um foto com vcs como faço?

    Resposta

Deixe uma resposta